px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Coimbra > Concelho de Lousã >
Monumento a Dr. Alcino Simões Lopes

Autor: João Eduardo Cruz Reis Duarte (1938-2002)

Localização: Lousã, Freguesia da Lousã, Jardim dos Paços do Conselho
Coordenadas: N: 40º 06’ 40,3’’; W: 008º 14’ 46,2’’

Data de Inauguração: 28-11-1982

Promotor: Junta de Freguesia da Lousã

Materiais: Estátua: Bronze; Pedestal: betão revestido a pedra calcária

Dimensões: Estátua: 240cm, base: 3cm; pedestal: 169cm

Descrição/ Tema: Estátua em bronze, de arte contemporânea de feição naturalista. Assenta sobre um pedestal de composição geométrica de disposição escalonada. O artista retrata o médico de pé em posição estática, vestido de fato, de braços caídos ao longo do tronco, segurando na mão esquerda um chapéu. Faz sobressair a expressividade do rosto marcado pelas rugas que um leve sorriso faz vincar. Esta obra não se afasta da feição naturalista seguida pelo escultor, em várias obras da sua autoria espalhadas por vários locais, nomeadamente nos concelhos, de Seia, Oliveira do Hospital, Lousã e Coimbra, entre outros.
Historial: A Estatua foi inaugurada em 28 de Novembro de 1982, no Jardim dos Paços do Concelho. O seu promotor foi a Junta de Freguesia da Lousã que apelou à contribuição dos lousanenses para a realização de uma escultura em bronze em homenagem ao médico Dr. Alcino Lopes, tendo sido a escultura encomendada ao escultor João Reis Duarte, um amigo próximo do homenageado. Para desenvolver o projecto foi criada uma comissão organizadora para a angariação e gestão de donativos. O Dr. Alcino Simões Lopes (1894-1980), a quem chamaram “médico dos pobres” por ter dedicado muito do seu tempo a tratar das gentes da Lousã, sem que para isso cobrasse alguma coisa, tirou o curso de medicina em Coimbra. Em 1918, antes de acabar o curso ajudou a combater “a pneumónica”, no concelho da Lousã, tendo a sua participação merecido um louvor da Câmara Municipal, demonstrando desde muito cedo o filantropo que viria a ser durante toda a sua vida.
Bibliografia: DIAS, Pedro, REBELO, Fernando, Lousã a Terra e as Gentes, Lousã, 1958;

SIMÃO, Luísa Maria Pereira Nunes, A Obra de João Reis Duarte (trabalho para o Mestrado de Arte Contemporânea), Universidade Católica Portuguesa, Escola das Artes - Extensão de Lisboa, 2009;

http://209.85.229.132/search?q=cache:ZAxota0spy0J:www.dueceira.pt/trilhos/visita_lousa.php+alcino+sim%C3%B5es+lopes+m%C3%A9dico+da+lous%C3%A3&cd=1&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt, 2009-09-17

Fotógrafo: Jorge Neves

Ano de Registo Fotográfico: 2005



 Monumento a Dr. Alcino Simões Lopes px

 
Itens no mesmo Distrito