px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Castelo Branco > Concelho de Castelo Branco >
Estátua de Amato Lusitano

Autor: Joaquim Martins Correia*

Localização: Castelo Branco: Jardim Central
Data de Inauguração: 27.05.1956

Promotor: Câmara Municipal de Castelo Branco

Materiais: Estátua: Bronze, pedestal: pedra

Dimensões: Estátua: 3,50m x 1,30m; pedestal: 1,90m x 1,50m x 1,50m

Descrição/ Tema: Monumento de homenagem a Amato Lusitano (médico do séc. XVI). Constituído por uma estátua em bronze, de pé, segurando com a mão esquerda um livro aberto junto ao peito, enquanto a mão direita tem o indicador levantado, combinando com o rosto que se impõe numa expressão de retórica.
O autor faz parte da segunda geração de artistas modernos portugueses, apesar de não se afastar muito da estética institucionalizada na altura, a estátua apresenta-se menos impositiva e hierática e mais expressiva, assumindo uma inspiração italianizante, comparando-se a outras obras de sua autoria, como as estátuas, de “Garcia de Orta” em Coimbra (1958) e do “Infante D. Henrique” em Viseu (1960), pouco posteriores.

Historial: A estátua foi concebida com o intuito de homenagear, Amato Lusitano (1511 – 1568), famoso médico e escritor, de ascendência judaica, nascido em Castelo Branco, ao qual os pais deram o nome de João Rodrigues. Tirou o curso de medicina em Salamanca em 1533, exerceu pouco tempo medicina em Portugal, de onde partiu para fugir à inquisição. Exerceu medicina ao longo da sua vida em várias cidades europeias, vindo a morrer de peste em Tessalónica.

Bibliografia: - FRANÇA, José Augusto, A Arte em Portugal no Século XX (1911-1961), 3ª Ed., Lisboa 1991;
-PEREIRA, José Fernandes, Dicionário de Escultura Portuguesa, Lisboa, 2005;

Fotógrafo: Pedro Medeiros
Ano de Registo Fotográfico: 2004
 Estátua de Amato Lusitano px