px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Aveiro > Concelho de Aveiro >
MARIA DA FONTE

Autor: Amândio Manuel Abreu de Sousa (n.1934)

Localização: Aveiro, União das Freguesias da Glória e Vera-Cruz, Largo da Fonte Nova

Data de Inauguração: Janeiro de 1964 (colocação)

Promotor: Câmara Municipal de Aveiro

Materiais: Bronze

Dimensões:

Descrição: Estátua alusiva a Maria da Fonte, configura um nu feminino, com alguma depuração formal, numa gramática semelhante a outras obras do autor. Encontra-se integrada no espaço aquático do Largo da Fonte Nova.

Historial: A obra foi concebida por Amândio Manuel Abreu de Sousa, na década de 60 do séc. XX. A sua execução coincidiu com as obras de requalificação da Praça Marquês de Pombal, integradas no Plano Diretor Municipal, elaborado por Robert Auzelle, que concedeu ao espaço a imagem e o traçado que perduraram até ao final do século. A intervenção em curso previa a instalação de uma fonte luminosa, a qual incluía a escultura do autor funchalense. Tendo sido alvo de duras críticas plasmadas em diversos periódicos locais, a peça acabaria por ser retirada do local original, em 1971, para ser recolocada no Parque Municipal Infante D. Pedro, num espaço de menor visibilidade. Em 2004, por decisão da Câmara Municipal de Aveiro, a escultura seria instalada no Largo da Fonte Nova, onde ainda hoje se mantém.

Bibliografia: SARRICO, Patrícia, Maria da Fonte Eternamente Nova, Notas na imprensa local, Revista Patrimónios, nº 7, Junho de 2009, p. 107 – 115; (dados cedidos pela Câmara Municipal de Aveiro)

Fotógrafo: José Menezes

Ano do Registo fotográfico: 2005
 MARIA DA FONTE px