px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Leiria > Concelho de Marinha Grande >
MONUMENTO À REVOLTA DE 18 DE JANEIRO DE 1934

Autor: Joaquim Correia (n. 1920-2013)

Localização: Marinha Grande, Freguesia da Marinha Grande, rotunda junto à Praça do Vidreiro; Coordenadas: 39° 44' 48.31"N 8° 56' 2.31"W

Data de Inauguração: 18-01-1989

Promotor: Câmara Municipal da Marinha Grande

Materiais: Estátua em bronze; relevos em pedra

Dimensões:

Descrição/ Tema: Conjunto escultórico, de arte contemporânea, na mesma gramática de outras obras de Joaquim Correia, nomeadamente o “Monumento aos Heróis do Ultramar” na Marinha Grande. Constituído por uma estátua em bronze e dois blocos de diferentes dimensões preenchidos por relevos de grande movimento e vigorosa expressão. No bloco maior figuram trabalhadores da indústria vidreira nas suas atividades laborais, no de menores dimensões, figuram trabalhadores vidreiros revoltados empunhando armas, tal como vidreiro que é configurado pela estátua a que serve de pedestal.

Historial: Esta obra pretende homenagear os operários vidreiros, que no dia 18 de Janeiro de 1934 travaram uma revolta, na tentativa de acabar com as perseguições, a exploração no trabalho, miséria e desemprego, acabando presos vários dos seus autores.

Bibliografia: Museu Joaquim Correia, ed. Câmara Municipal da Marinha Grande 2001;
PEREIRA, José Fernandes, Dicionário de Escultura Portuguesa, pg. 157- 161, Lisboa 2005;
http://pt.scribd.com/doc/48956545/Trabalho-Marinha-Grande [consult. 2012-04-09];
http://maps.google.pt/ [consult. 2012-05-03];

Fotógrafo: Susana Paiva

Ano de Registo Fotográfico: 2005
 MONUMENTO À REVOLTA DE 18 DE JANEIRO DE 1934 px