px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Coimbra > Concelho de Coimbra >
25 de ABRIL

Autor: Ana Rosmaninho

Localização: Coimbra, Freguesia da Sé Nova, Rua Antero de Quental, junto ao edifício que foi sede da PIDE, próximo da Praça da República

Data de Inauguração: 25 de Abril 2001

Promotor: Câmara Municipal de Coimbra

Materiais: Aço inoxidável e bronze

Dimensões: 5 m alt. (aprox.), 2 m (diâmetro da esfera)

Descrição/ Tema: Monumento ao 25 de Abril, é uma escultura constituída por uma esfera de aço inoxidável, sustentada por dois elementos côncavos com origem em dois paralelepípedos modelados, ao alto, em chapa de bronze patinado, podendo evocar braços humanos, nos quais contém excertos de poemas de Miguel Torga, Manuel Alegre, Natália Correia, José Saramago e Sofia de Melo Breyner. Assenta sobre uma plataforma revestida a placas de xisto (projeto do arquiteto Luís Neto), que segundo Ana Rosmaninho representam as ardósias onde se aprenderam as primeiras letras.
A escultura exibe uma composição de grande equilíbrio formal, num movimento que invoca a liberdade, estando esta também subjacente na escolha da sua implantação, numa praceta, estrategicamente próximo do edifício que até ao 25 de Abril de 1974, albergou a PIDE - elemento repressivo e opositor da liberdade durante o Estado Novo.
Este conjunto tem a particularidade de envolver o espectador convidando-o a circular nele livremente, fazendo-o sentir-se uma parte integrante da obra, o que na realidade acontece em termos conceptuais, enquanto indivíduo que frui do processo de liberdade.

Historial: Na década de 1990, foi feita uma petição para que fosse construído um monumento para assinalar os 25 anos da revolução “25 de Abril”, sugerindo à autarquia que abrisse um concurso de ideias, o que não chegou a concretizar-se.
Só em 2001 é construído o monumento, em resultado de encomenda da Câmara Municipal de Coimbra à escultora Ana Rosmaninho (escultura) e ao arquiteto Luís Neto (plataforma de suporte e tratamento da envolvência), vindo a ser inaugurado no dia 25 de Abril do mesmo ano. Em 2007 / 2008, decorrem obras na envolvência para construção de uma garagem sob a praceta.

Bibliografia:
- MOTA, Arlindo, SOARES, Pedro, O 25 de Abril na Arte Pública Portuguesa, Formas de Liberdade, Lisboa 1999.
-NUNES, Mário, Estátuas de Coimbra, Coimbra 2005.
-Ponto 12 da Ata da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Coimbra de 26-03-2001.

Fotógrafo: Paulo Abrantes
Ano de Registo Fotográfico: 2004

 25 de ABRIL px

 
Itens no mesmo Distrito