px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Aveiro > Concelho de Aveiro >
MONUMENTO A JOÃO AFONSO DE AVEIRO

Autor: Euclides Vaz
Localização: Aveiro, Freguesia de Vera Cruz, Rossio;
Coordenadas: N 400 38´29´´; W 80 39´19´´
Data de inauguração: 5 de Julho de 1959
Promotor: Ministério das Obras Públicas
Materiais: Estátua e inscrições: bronze; pedestal: pedra calcária
Dimensões: Escultura 3,75m x 1,45m x 1,27m / pedestal 1,65m x 1,45m x 1,27m
Descrição: Estátua em bronze, assente num pedestal quadrangular revestido a calcário, o qual ostenta a seguinte inscrição em capitais: A / JOÃO AFONSO DE AVEIRO / VM DOS HOMENS DE D. JOÃO II / QVE DESVENDARAM OS SEGRE / DOS DA TERRA E DO MAR NO / CAMINHO DA INDIA. Na parte posterior ostenta inscrição em capitais: MILENÁRIO DE AVEIRO / 1959.
Na base da peça de bronze, do lado posterior, consta gravação que diz: FUNDIÇÃO SÁ LEMOS / DEVESAS V.N.GAIA.
Filho de Afonso Anes Primor, nascido em 1443, cuja fama lhe advém dos seus feitos em prol da Expansão Portuguesa, nomeadamente no contributo que as suas incursões deram para a descoberta do caminho marítimo para a índia, João Afonso de Aveiro é representado com um astrolábio que pende da sua mão esquerda.

Historial: O monumento foi oferecido pelo Ministério das Obras Públicas, organismo que deliberou, inclusivamente, sobre o local da sua implantação. A escolha recairia no Rossio, um dos principais pontos de sociabilidade locais, justificando-se como um contributo para o projectado arranjo paisagístico desse espaço. A sua inauguração, efectuada pelo então Presidente da República, o Almirante Américo Tomás, decorreria no âmbito das Festas do Milenário de Aveiro, em 1959.
João Afonso de Aveiro, considerado um dos vultos da empresa das descobertas portuguesas, participou na expedição à costa da Mina (1481) e na descoberta do Rio Zaire e Reino do Congo com Diogo Cão. A ele se associa, ainda, a descoberta do Benim (1486), durante algum tempo conhecido por Terras de João Afonso ou de Terras de Afonso de Aveiro, onde estabeleceu uma feitoria, bem como a vinda da primeira pimenta para Lisboa. Faleceu por paragens que ajudou a conhecer.
Euclides Vaz (escultor) – Natural de Ílhavo. Foi professor titular de escultura da ESBAL, desde 1985. Ensinou também medalhística, tendo falecido a 10 de Fevereiro com 75 anos, em Lisboa.

Bibliografia: CHRISTO, A, João Afonso de Aveiro, Introdução a um estudo sobre o famoso navegador Aveirense, Arquivo do Distrito de Aveiro (1951), vol. XVII, pp. 3-22;
GASPAR, J., Aveiro, notas históricas, Câmara Municipal de Aveiro (1983), pp. 51-54;
GASPAR, J., Aveiro na História, Câmara Municipal de Aveiro (1997), pp. 61-63;
GASPAR, J.; CHRISTO, A., Calendário Histórico de Aveiro, Câmara Municipal de Aveiro, 1986;
NEVES, F. (1957), Naturalidade e família de João Afonso de Aveiro, Navegador e poeta do século XV, Arquivo do Distrito de Aveiro, vol. XXIII, pp. 65-84.
RANGEL DE QUADROS, Aveirenses notáveis, Apontamentos históricos, Câmara Municipal de Aveiro (2000), p. 85-87.

Fotografo: José Meneses
Ano do Registo Fotográfico: 2005
 MONUMENTO A JOÃO AFONSO DE AVEIRO px