px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Aveiro > Concelho de Aveiro >
ESTÁTUA DE D. JOÃO EVANGELISTA DE LIMA VIDAL

Autor: Euclides Vaz
Localização: Aveiro, Freguesia de Vera Cruz, Adro da Igreja da Apresentação
Data de inauguração: 2 de Abril de 1974
Promotor: Diocese de Aveiro
Materiais: Bronze (estátua) e calcário (pedestal)
Dimensões: Estátua 2,80m de altura; Pedestal 2,00m x 4,80m x 1,70m
Descrição: A estátua em homenagem ao ilustre e ínclito aveirense, junto à igreja de Vera Cruz, representa o Bispo com as suas vestes episcopais, sustentando na sua mão direita um livro, com uma pose solene. Assenta num pedestal de calcário de dois volumes, sendo o da esquerda rectangular com a seguinte inscrição em capitais: D. JOÃO EVANGELISTA DE LIMA VIDAL / ARCEBISPO – BISPO DE AVEIRO. O da direita, apesar de mais pequeno, suporta a estátua e apresenta uma forma quadrangular. Na sua base inscrevem-se as datas de vida do Bispo (1874 - 1958).
Historial: D. João Evangelista de Lima Vidal nasceu a 2 de Abril de 1874, em Aveiro, na freguesia da Vera-Cruz.
Dentro da hierarquia eclesiástica foram-lhe confiadas diferentes responsabilidades, entre as quais se destacam o título de Bispo de Angola e Congo, entre Janeiro de 1909 e Outubro de 1915, ano em renunciou ao cargo e voltou para Lisboa como Vigário Geral do Cardeal Mendes Belo.
Como governador do Patriarcado de Lisboa e Arcebispo de Mitilene (desde 1916), D. João Evangelista de Lima Vidal, ordenou que se iniciasse o processo canónico sobre os acontecimentos extraordinários que vinham acontecer em Fátima: as aparições de Nossa Senhora de Fátima aos três pastorinhos.
Em 1922 é criada a Diocese de Vila Real de Trás-os-Montes para a qual é nomeado bispo, a 23 de Maio de 1923, cargo que manteve até 1933.
A ideia de restaurar a Diocese de Aveiro (criada em 1774 e extinta em 1882 por dificuldades da Fazenda Publica) seria uma das suas lutas. Nesse sentido dirigiu uma exposição à Santa Sé expondo os argumentos positivos de fundamento do processo da sua restauração. Em Outubro do mesmo ano (1933) doou a sua casa, situada na Rua Cândido dos Reis, em Aveiro, para residência do futuro bispo e sede Diocesana, caso esta viesse a ser restaurada, facto que ocorreu, então, a 11 de Dezembro de 1938. Vai ser, precisamente, D. João Evangelista de Lima Vidal quem dirige a reorganização da diocese, primeiro como Administrador Apostólico e, dois anos depois, como Bispo. Foi, assim, o primeiro Bispo da Nova Diocese de Aveiro.
A 7 de Junho de 1946, o então Presidente da República, General Óscar Carmona, agraciou-o com o grau da Grã-Cruz da Ordem de Benemerência.
Em finais de 1957 adoeceu gravemente e a 5 de Janeiro de 1958, não conseguiu resistir mais à sua doença.

Bibliografia: Informações cedidas pela Paróquia de Vera Cruz
Universidade de Aveiro. D. João Evangelista de Lima Vidal. URL: http://aveirana.doc.ua.pt/joaoevangelista.htm [conferido a 12-01-2011]

Fotografo: José Meneses
Ano do Registo Fotográfico: 2005
 ESTÁTUA DE D. JOÃO EVANGELISTA DE LIMA VIDAL px