px acessibilidade mapa do site contactos pesquisa área de entidades copyright       
px
px Delegação px Noticias px Eventos px Entidades px Museu px Formulários px FAQ px Hiperligações px Procedimentos Concursais Comuns px Contratação Pública px
px
px
Distrito de Leiria   Distrito de Coimbra   Distrito de Coimbra (2)   Distrito de Viseu   Distrito de Aveiro   Distrito de Aveiro (2)
px

Museu > Distrito de Leiria > Concelho de Porto de Mós >
Monumento à Batalha

Autor: Raul Xavier (1894-1964)

Localização: Porto de Mós, Freguesia de Calvaria de Cima, Campo de São Jorge, próximo do Centro de Interpretação de Aljubarrota
(Coordenadas: N: 39º 38’ 22’’; W: 008º 50’ 34.5’’)

Data de Inauguração: 1959

Promotor: Estado

Materiais: Pedra Calcária

Dimensões: 150cm x 1200cm x 30cm

Descrição/ Tema: Baixo-Relevo monumental de inspiração clássica, marcada pela depuração formal. Corresponde a uma das obras mais emblemáticas do escultor Raul Xavier. Encontra-se antecedido de uma ampla plataforma com vários degraus como se de um pódio se tratasse, impondo-se ao espectador como um “friso” monumental concavo, figurando a batalha entre os dois exércitos português e castelhano, numa exaltação à vitória dos portugueses.

Historial: Monumento erigido em comemoração da Batalha de Aljubarrota travada em 14 de Agosto de 1385, entre o exército castelhano comandado pelo rei D. Juan I e o exército português (auxiliados pelas tropas inglesas e outros mercenários), comandado pelo rei D. João I. “Na sequência da sua estrondosa vitória, D. João I Consegue ocupar imediatamente Santarém, Leiria, Óbidos, Alenquer, Torres Vedras, Torres Novas, Sintra, Crato, Monforte, Vila Viçosa, Marvão e outros lugares!” (MONTEIRO, 1998). Esta batalha constitui um dos acontecimentos mais decisivos da história de Portugal permitindo a afirmação de Portugal como Reino Independente. Em termos militares traduz a inovação de uma táctica onde os homens apeados conseguem vencer a cavalaria, afigurando-se como um dos marcos mais representativos da evolução dos sistemas e dispositivos tácticos da guerra praticada no Ocidente europeu, nos finais da Idade Média.

Bibliografia: SERRÃO, Joel, Batalha de Aljubarrota in Dicionário de História de Portugal, vol. I, pg. 104, Porto 1985;

MONTEIRO, Gouveia João, a Guerra em Portugal Nos Finais da Idade Média, Lisboa 1998;

http://www.fundacao-aljubarrota.pt/?idl=1, 30-10-2009
Assembleia da República: http://www.parlamento.pt/VisitaVirtual/Paginas/BiogRaulXavier.aspx, 30-10-2009

Ano de Registo Fotográfico: 2009 DRCC
 Monumento à Batalha px

 
Itens no mesmo Distrito

 
 
Itens no mesmo Concelho